A Dor é Inevitável mas o Sofrimento é Opcional

A máxima, de que a vida é uma caixinha de surpresas, é realmente verdade. O grande problema é que nem sempre as surpresas, dessa “caixinha”, são agradáveis.

Ao longo do tempo, aprendemos que a vida não nos dá a chance de enxugar as lágrimas. Na verdade, acontecimentos simultâneos ocorrem abalando mais ainda as nossas debilidades e aprendemos que não importa como você esteja fraco, debilitado, angustiado, triste, consternado, totalmente entregue, seja como for… “a vida” vai bater cada vez mais forte. E o que importa, nessa hora, não é o que você tem, mas sim, quem você tem ao seu lado.

A dor física é suportável, mas a dor psíquica ou emocional parece que está enraizada e consegue nos abater profundamente. A nossa capacidade de resistência determinará a nossa postura durante a luta. No boxe, por exemplo, o bom pugilista não é aquele que bate mais e sim, com certeza, aquele que possui maior resistência às pancadas que recebe durante o combate e no momento certo consegue encaixar aquele contragolpe, fatal, que nocauteia seu oponente.

Por isso, precisamos criar ou adquirir resistência às pancadas que a vida nos dá, e isso não é nada fácil, uma vez que a vida bate forte. Assim, o que nos resta, na maioria das vezes, é ter a capacidade de não se deixar enfraquecer mais ainda e perder aquilo que outrora conquistamos.

americanas.com.br
Catho

Lembre-se do que ocorre com as ligações químicas covalentes (compartilhamento de elétrons) que, após tomar trancos de certos compostos, acabam sofrendo uma ruptura. Mas o elemento químico, mais eletronegativo, fica com o par de elétrons que fôra compartilhado. Essa é uma excelente lição para nossas batalhas diárias. Não importa o quanto a vida nos bata, nos maltrate… o importante é não perdemos a nossa essência. Afinal de contas, o que conquistamos com esse compartilhamento, nos coloca no patamar de “Nobres”. E essa é a razão da eletronegatividade nas ligações químicas. Quem mais precisa alcançar a estrutura atômica, perfeita, que é a de “gás nobre”, jamais permite que os elétrons, outrora compartilhados, saiam de sua órbita eletrônica.

Falando desse jeito, até parece mais complexo. Né verdade? Mas, por incrível que pareça, essa é uma comparação perfeita.

Há momentos em que tudo parece perdido, mas, é preciso acreditar sempre. É preciso olhar e vislumbrar o sabor da conquista, proporcionado pela realização do seu sonho. Mesmo no fundo do poço, ainda há chance de vitória.

Nossa dor não advém das coisas vividas, mas, das coisas que foram sonhadas e não se cumpriram. O que o magnífico Carlos Drummond de Andrade disse, é verdade: “A dor é inevitável, mas o sofrimento é opcional!”

Vamos lá! Em meio ao desespero e à dor, que tentam te destruir, vem que vem e pede outra chance que você não tem, sem ninguém.

A angústia não pode e não deve obstacular os seus sonhos. E posso te dizer, que da luta não me retiro, enquanto restar o mínimo que seja de forças para lutar. Porque o desejo de vencer é maior que o medo perder.

Nem sempre acertamos em todas as nossas decisões.

Saiba o momento de parar, estrategicamente, para pegar um caminho correto. Ajustar as velas significa estar preparado para as mudanças e obstáculos que estão por vir.

Aprenda com os vencedores. Tenha exemplos para seguir. Descubra além do que já foi feito. Não é preciso reinventar a roda, mas sim fazê-la girar com mais velocidade.

Sei que muitas vezes as coisas são difíceis, que noutras, seu coração é tomado por uma tristeza sem fim. Sei que as coisas acontecem sempre diferente daquilo que gostaríamos.

Sei que as pessoas agem diferente daquilo que esperamos delas. Mas quero dizer a você… por mas que as coisas pareçam difíceis, seja forte e persistente. Nunca perca a esperança, ela é o motivo que nos mantém vivos e nos faz andar.

Você precisa manter em vista aquilo que deseja e colocar em sua mente que nada é mas importante que sua vida, portanto, não perca tempo sofrendo… mas busque, a cada momento, a felicidade.

Você é livre para escolher o que é melhor para você… e, o meu conselho, é que você escolha vencer!

 

Catho
Catho
Catho
americanas.com.br

Siga-nos no Twitter

%d blogueiros gostam disto:
/* ]]> */