Religião

Sepromi recebe Pai Anderson de Oxalá e discute ações no combate à intolerância religiosa

Estamos trabalhando na construção de ações, com diversos setores, para a formação de servidores, sensibilização dos poderes públicos e de toda a sociedade, no sentido do respeito à diversidade, valorização da pluralidade religiosa e a defesa da laicidade do Estado

A titular da Secretaria de Promoção da Igualdade Racial – Sepromi), Fabya Reis, recebeu nesta segunda-feira (16), o Babalorixá Anderson Argolo, mais conhecido como Pai Anderson de Oxalá, liderança do Ilê Asé Alá Obatalandê, terreiro localizado em Lauro de Freitas.

O Ilê Obatalandê denunciou, no Centro de Referência Nelson Mandela, que está sendo vítima de intolerância religiosa, a partir da acusação de poluição sonora, episódio que culminou na interrupção de uma cerimônia religiosa no início do mês.

A secretária ressaltou que todo acompanhamento e suporte à comunidade religiosa são oferecidos, “compreendendo a importância de preservação do seu direito à liberdade de culto e reconhecendo sua atuação em defesa das religiões de matriz africana”. Explicou que a Sepromi atuará na missão institucional de mediar e articular providências neste caso, dialogando com a gestão municipal e com variados setores da sociedade, no município

“Estamos trabalhando na construção de ações, com diversos setores, para a formação de servidores, sensibilização dos poderes públicos e de toda a sociedade, no sentido do respeito à diversidade, valorização da pluralidade religiosa e a defesa da laicidade do Estado”, pontuou Fabya Reis. Ela explicou, ainda, que o Conselho Estadual de Desenvolvimento da Comunidade Negra – CDCN, também integra os diálogos. O colegiado emitiu, em reunião ordinária do último dia 11, uma nota de solidariedade ao terreiro e ao babalorixá Anderson Argolo, a partir da qual somará esforços com o conselho municipal que atua nesta frente, visando a resolutividade do caso.

americanas.com.br
Catho

Dentre as ações previstas pela Sepromi, em conjunto com o terreiro e a Rede de Combate ao Racismo e à Intolerância Religiosa, está a realização de atividades no próximo dia 21 de janeiro, o “Dia Nacional de Combate à Intolerância Religiosa“.

“Nesta mobilização, queremos convidar representações e movimentos parceiros, chamar o povo de santo e as diversas lideranças para este diálogo necessário”, reforçou pai Anderson de Oxalá, durante a visita à Sepromi.

Catho
americanas.com.br
Avatar

NeyBarbosa

Jornalista RPJ/DRT n.° 0006098
(71) 98423-7270
-----------------------------
https://orcid.org/0000-0002-6389-2953
http://lattes.cnpq.br/8038182463254486
https://chat.whatsapp.com/COsCMosyva1JABdeM0veKc
https://t.me/mundojornalismo
-----------------------------
"Não deixe as coisas que você não pode fazer, impedí-lo(a) de fazer as coisas que você pode!"
(John Wooden)

Adicionar Comentário

Clique aqui para postar um comentário
Catho
Catho
americanas.com.br

Siga-nos no Twitter

%d blogueiros gostam disto:
/* ]]> */