Cidadania

Lauro de Freitas lança plano de políticas para mulheres

Plano Municipal de Políticas para Mulheres vai nortear ações pelos próximos cinco anos

Primeira cidade do Brasil, a implantar uma Secretaria Municipal de Política para Mulheres (SPM), Lauro de Freitas avança mais uma vez, quando o assunto são as causas femininas.

Na noite desta quinta-feira (28), o município lançou, no Cine Teatro, o primeiro Plano Municipal de Política para Mulheres (PMPM). Em suas mais de 60 páginas o documento apresenta estudos detalhados sobre a atuação do gênero no município, dez eixos temáticos e suas metas formuladas em cinco audiências públicas, com a participação de representantes da sociedade civil e do governo municipal, que nortearão as estratégias, projetos e programas até 2022.

A prefeita Moema Gramacho lembrou que, Lauro de Freitas, tem número maior de mulheres, do que homens, acima da média nacional. A gestora apresentou dado do último senso do IBGE, que estima o público feminino, na cidade, em quase 90 mil, para o total de 160 mil habitantes, computados há quatro anos.

Entretanto, ainda somos tratadas como minoria e estamos em menor número, nos espaços de decisões”, disse Moema, apontando as iniciativas municipais, para reduzir as diferenças entre os gêneros e a violência contra a mulher, no município.

americanas.com.br
Catho

Em Lauro de Freitas, também fomos pioneiros na implantação do Centro de Referência Lélia González, que, somente em 2018, atendeu à mais de mil e quatrocentas mulheres, vítimas de violência doméstica. Agora estamos implantando a Aldeia da Cidadania, que abrigará a Casa dos Conselhos, incluindo o da Mulher e a Ronda Maria da Penha, implantada em julho do ano passado”, frisou.

Para a gestora da SPM, Bárbara Chaves, o sentimento é de dever cumprido!

Agradeço a todas as mulheres, envolvidas na construção do Plano. Estamos comprometidas com a execução, do que nele foi proposto. Esse é um novo passo, que nos mantém no processo de revolução, para essa cidade. As demandas vêm do povo, a execução é com o poder público”, disse.

O PMPM foi elaborado com demandas levantadas na III e IV Conferências de Políticas para as Mulheres e da oitiva, nas cinco audiências públicas, em diferentes locais da cidade, ao longo de 2017.

Presidente do Conselho Municipal de Defesa dos Direitos da Mulher de Lauro de Freitas, Cleide Resende destacou o Plano como sendo “a vida das mulheres de Lauro de Freitas e dele emanará a efetivação das políticas para a mulher na cidade”.

Secretária Estadual de Políticas para Mulheres, Julieta Palmeira, disse que a ação, em Lauro de Freitas, vai na contramão do cenário nacional que, de acordo com ela, tem subtraído direitos das mulheres. “Esse é o exemplo que nós estamos juntas resistindo. Essa é uma mostra da necessidade de nos unirmos para transformar em força e resistência a ideia que a democracia precisa prevalecer neste país”, afirmou.

Participaram ainda, do lançamento, o grupo cultural Orquestra de Pandeiros e a poetisa Negra Wine.

Este slideshow necessita de JavaScript.


Por: Giovanna Reyner – Jornalista
Fotos: Lucas Lins
Fonte: ASCOM PLF

Catho
americanas.com.br
Catho
Catho
americanas.com.br

Siga-nos no Twitter

%d blogueiros gostam disto:
/* ]]> */